Telefones: (17) 3281-4340 / 99701-5171   

Blog Notícias do mundo animal

VocÍ jŠ passeou com seu amigo hoje?

Assim como nós, os cães precisam se exercitar e até mesmo ter uma rotina de passeio, por isso, a matéria de hoje abordará este tema.
É muito fácil ver a felicidade estampada no rostinho dos nossos amigos quando pegamos sua coleira pois eles amam passear, são novos lugares, cheiros, sensações, além do fato de que eles se exercitam, e sabemos que o exercício faz muito bem para eles e para nós.

Porque devo passear com meu pet?


Caminhar, correr, passear com seu amigo é uma atividade muito prazerosa e benéfica, estudos mostram que um tutor que passeia com seu cão todos os dias tem um vínculo mais forte com ele. Além disso, outros estudos comprovam os benefícios do exercício, animais que passeiam todos os dias são menos estressados, latem menos, são mais sociáveis e consequentemente mais felizes.

Um pensamento muito comum é que as brincadeiras mais pesadas podem substituir o passeio, errado, estas brincadeiras deixam seu cão cansado porém ainda eufórico, só o passeio levará ele a um nível de relaxamento satisfatório.


E ah, sabemos que na correria do dia a dia é difícil praticar algum tipo de exercício, porém seu amigo pode te ajudar nisso, chegar em casa cansado e levar ele para passear é uma ótima terapia conjunta ao exercício físico, 30 minutos já é um tempo bom para você e para ele.

Depois de tantos benefícios, vale a pena listá-los para comprovar de vez que você deve caminhar com seu cão.

 Para eles:

?Aumento do vínculo tutor-pet

Melhora do estado físico e mental

Melhora a convivência do seu cão com outros animais e pessoas

Deixa seu amigão mais feliz e menos estressado

Evita problemas como a obesidade

 Ajuda no adestramento

Para você:

Aumento do vínculo tutor-pet

Melhora do estado físico e mental

Prática saudável de exercício 

Ótimo método de relaxamento

Aumento do convívio social

Estes são só alguns dos diversos fatores positivos que passear com seu pet oferece, tenha certeza de que existem muito mais.

Dicas para o passeio-

Associe o passeio a algo bom, existem vários métodos de adestramento para realizar tal feito, um exemplo é pegar um petisco junto a coleira, caso o seu cão fique muito eufórico, espere ele se acalmar, de o petisco e coloque a coleira.

Não deixe que seu cão fique estressado, tenso, agitado antes de sair de casa, este comportamento é refletido durante o passeio o que pode ser desagradável.

Seu amigo deve andar SEMPRE ao seu lado, nunca a sua frente já que ele pode se lembrar de seus antepassados parentes lobos e querer dominar "matilha" que no caso será você.

Respeite os limites do seu cão, não faça corridas muito intensas pois isso pode machucá-lo e até mesmo fazer com que ele pegue receio de passear. Assim como os humanos, os cães precisam de condicionamento físico e isso só é adquirido com o tempo e exercício, comece com passeios curtos e vá aumentando a distancia e intensidade.

Leve um kit com água e um coletor de fezes para nunca deixar lugares públicos sujos.

Estas são só algumas dicas que podem ajudar no passeio, se necessário contrate um adestrador para ajudar no processo.

Cuidados antes, durante e depois do passeio-

Quando seu amigão sai de casa ele está sujeito a alguns perigos, um deles é a infestação por carrapatos e pulgas, por este motivo faça um controle dos ectoparasitas, lembre-se sempre de consultar o médico veterinário pois ele sabe quando e como dar os produtos que protegerá seu cão, a automedicação implica em diversos riscos e até mesmo a resistência dos parasitos.

Lembre-se também de garantir a segurança durante o passeio, as coleiras e guias devem ser de qualidade para evitar acidentes e fugas.

Existem também diversos tipos de coleiras e guias,  cada uma atende uma necessidade, na hora da compra procure se informar com o vendedor para saber qual a melhor para aquele momento, seja na aprendizagem ou na caminhada mais intensa.

Ao final do passeio, lembre-se sempre de deixar seu pet descansar, tomar água e caso você queira, limpe as patinhas dele da maneira correta.

 

Por fim, lembre-se que todo começo é difícil, tenha paciência, postura e persista para que o treinamento seja eficaz e os futuros passeios possam oferecer todos os benefícios já citados acima.

Depois de tudo isso, vá até seu cão, converse com ele, pegue a coleira e vá se divertir passeando, afinal, não existem contraindicações para isso né?

 


Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites